Blog dos docentes, investigadores e alunos de Ciência das Religiões na Universidade Lusófona (Lisboa)
.posts recentes

. RAMADAN - PRIMEIRA PARTE

. FALTAM APENAS DUAS SEMANA...

. JEJUM, UM ALIMENTO PARA A...

. “LA ILAHA – ILLA LLAH” – ...

. MI'RAJ — A Ascensão do Pr...

. RELEMBRANDO: A NOITE DE M...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS PRIVILÉGIOS E AS RESPO...

. SURAT FUSSILAT

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Segunda-feira, 23 de Março de 2009
O Evangelho são boas notícias
 

A palavra evanggelion significa boas novas, ou boa mensagem e no novo testamento é encontrada várias vezes como referência à salvação que Jesus, o messias aguardado por muitos judeus, samaritanos1], crentes nos livros do velho testamento, acreditavam que haveria de vir.

 

Por essa razão as biografias de Jesus se chamam

– “os quatro evangelhos”
 
O anjo trouxe a Maria e a José boas notícias, o evangelho são boas notícias.
É por essa razão que quem acredita que bíblia é mais do que um simples livro histórico, mas um livro profético e actual, é portador de esperança, ainda que a crise seja pesada e as circunstâncias que a história sempre trouxe sejam difíceis. Existe como que uma “voz interior” que sussurra – “isto não é para sempre, esforça-te, porque melhores dias virão”. Não uma voz que diz “ tudo está perdido”, ou “desiste”, ou “faz justiça com as tuas próprias mãos, pois o mundo é dos fortes”, mas é como que uma luz ao fundo de cada túnel que está completamente às escuras ou que parece um beco sem saída.
Mais do que uma necessidade dos tempos, a procura por Deus não perdeu o seu lugar e a “luz” que advém desse encontro, claro está que é mais notada, se a escuridão for maior.
Há cerca de 2000 anos Jesus disse: “Eu Sou a luz do mundo, se me seguirdes, não andareis em trevas” Estarão hoje as suas palavras fora de moda? Será que não existem trevas?
Ele também disse aos que o seguiam e o ouviram quando subiu ao monte (no famoso sermão do monte)[2]
Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;
nem se acende uma candeia se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
 
 Florbela Nunes
Aluna da licenciatura do 3º ano de Ciências da Religião



[1] João 4:25
[2] Mateus 5:14-16
publicado por Re-ligare às 11:43
link do post | comentar | favorito
|
..
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds