Blog dos docentes, investigadores e alunos de Ciência das Religiões na Universidade Lusófona (Lisboa)
.posts recentes

. RAMADAN - PRIMEIRA PARTE

. FALTAM APENAS DUAS SEMANA...

. JEJUM, UM ALIMENTO PARA A...

. “LA ILAHA – ILLA LLAH” – ...

. MI'RAJ — A Ascensão do Pr...

. RELEMBRANDO: A NOITE DE M...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS PRIVILÉGIOS E AS RESPO...

. SURAT FUSSILAT

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Sexta-feira, 15 de Abril de 2011
O DUÁ (A PRECE NO ISLÂO)

Assalamo Aleikum Warahmatulah Wabarakatuhu

(Com a Paz, a Misericórdia e as Bênçãos de Deus)

 

Bismilahir Rahmani Rahim

(Em nome de Deus, o Beneficente e Misericordioso)

 

JUMA MUBARAK

 

TEMA DA SEMANA: O DUÁ (A PRECE NO ISLÂO):

“E o teu Senhor diz: “Invocai-Me, que Eu vos atenderei”. Cur’ane 40:60.

 

Duá, é uma súplica, uma prece, um pedido. Para os muçulmanos, é um momento alto de adoração. Ibn Nu’man Bashir (Radiyalahu an-hu), referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “A prece – Duá, é a essência da adoração”. - Abú Daúd. É um contacto directo entre o crente e o Criador, no qual, o necessitado, o pecador, pede perdão pelos actos cometidos e solicita a ajuda Divina para o preenchimento das necessidades terrenas e espirituais.


É no Cur’ane e nas tradições do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), onde encontramos inúmeras preces. Também existe um valioso legado de preces que alguns piedosos nos deixaram e que foram transmitidos de geração para geração. As súplicas, podem ser efectuadas nas nossas línguas, no entanto, devemos acrescentar algumas preces Curánicas e do Sunna.


As preces só podem ser dirigidas a Deus. Ele é o Único e merecedor da nossa adoração. Não se deve pedir aos ídolos, aos santos, aos piedosos que já dos deixaram e nem mesmo aos Profetas. São servos de Deus e nada nos ajudarão. Também eles não devem servir de intermediários entre o necessitado e o Senhor. Esta é a verdadeira mensagem da Unicidade Divina do Islão, conforme é referido no Cur’ane: “Não invocais ninguém, juntamente com Deus”. 72:18. “Quem atende o necessitado, quando implora e liberta do mal e vos designa sucessores na terra?. Poderá haver outra divindade em parceria com Deus?”. 27: 62. Diariamente reforçamos a nossa fé, quando recitamos o primeiro khalimá (testemunho da fé)- LA ILAHA ILLA LLAH – Não outra divindade, senão Deus. “Adorai a Deus e não Lhe atribuais parceiros…”. Cur’ane:4:36.


As preces podem ser feitas a qualquer hora do dia. No entanto, o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) indicou-nos alguns momentos especiais. Na hora de Tahajjud, na última parte da noite, no silêncio, em que aparentemente o crente se encontra sozinho, mas está perante Deus e Seus Anjos; depois de efectuar algumas orações facultativas, de louvar a Deus e de enviar bênçãos para o Profeta, prostrado, faz o duá. Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) relatou que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “O servo está muito próximo ao seu Senhor quando ele encontra-se na Sajda (prostração). Portanto aumentai o duá no sajda”. Muslim. Nas sextas feiras, devemos incrementar as nossas preces, em especial entre os dois Khutbas do salat de Juma. Minutos antes das orações de Magrib, são muitos importantes para levantarmos as mãos e pedirmos ao nosso Criador e Senhor, tudo o que precisarmos. Também depois de completarmos cada uma das orações farz (obrigatórias) e após louvarmos a Deus (33 vezes Subhana Allah, 33 vezes Alhamdulilah e 34 vezes Alahu Akbar), é outro momento recomendado, para aceitação das nossas preces. O duá efectuado entre o adhan (chamamento para a oração) e o Iqamah (alerta para o início
da oração), não é rejeitado, segundo o relato de Anas Ibn Malik, em Abú Daúd.


Uma das condições para que as nossas preces sejam aceites, é pedir o que é permitido e bom para nós e não o que é ilícito pela religião, como por exemplo, cortar os laços familiares e enriquecer prejudicando os outros. A boa intenção deve comandar as nossas preces. Se pedirmos o aumento da riqueza, será com a intenção de a aplicarmos na satisfação das necessidades da nossa família e não esquecermos de ser generosos para com os pobres. Se pedirmos para melhorar a nossa saúde, será com a melhor das intenções, para termos forças para tomarmos conta dos
nossos relativos e também para ajudar os que sofrem com a falta dela.


A paciência, deve ser uma constante do crente. Às vezes, os duás são aceites de imediato, outros demoram a ser concedidos. Acontece também, que o pedido não seja satisfeito por Deus. Se no imediato não conseguir ver satisfeito o pedido, o crente não pode desistir, deve continuar a pedir a Deus. Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) relatou que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “A súplica de cada um de vós é concedida se ele não ficar impaciente e dizer: “eu supliquei, mas não me foi concedida.” Muslim. As preces devem ser feitas, acreditando que Deus as irá ouvir e responder. “Quando alguém fizer uma prece a Deus, não deve dizer: Ó Allah, concedei-me o perdão, se Tu assim o entenderes, mas sim deve-se implorar com devoção e dedicação, pois não há nada tão grande aos olhos de Deus, que Ele não possa conceder.” Os dois hadices do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), foram relatados por Abu Huraira (Radiyalahu an-hu), em Muslim.


In Sha Allah, continuarei com este tema na próxima semana.


Um bom dia de Juma, com muitas preces.
Cumprimentos,


Abdul Rehman Mangá
14/04/2011

publicado por Re-ligare às 12:33
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Gabi a 15 de Abril de 2011 às 22:14
Tem cuidado, pois no islam, maomé até assassinou allah.

Comentar post

..
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds