Blog dos docentes, investigadores e alunos de Ciência das Religiões na Universidade Lusófona (Lisboa)
.posts recentes

. RAMADAN - PRIMEIRA PARTE

. FALTAM APENAS DUAS SEMANA...

. JEJUM, UM ALIMENTO PARA A...

. “LA ILAHA – ILLA LLAH” – ...

. MI'RAJ — A Ascensão do Pr...

. RELEMBRANDO: A NOITE DE M...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS INÚMEROS BENEFÍCIOS PE...

. OS PRIVILÉGIOS E AS RESPO...

. SURAT FUSSILAT

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011
IBRAHIM, OS SEUS DESCENDENTES (AS) E A ORIGEM DA CAABA

Assalamo Aleikum Warahmatulah Wabarakatuhu (Com a Paz, a Misericórdia e as Bênçãos de Deus)


Bismilahir Rahmani Rahim (Em nome de Deus, o Beneficente e Misericordioso)


JUMA MUBARAK

 

TERCEIRA E ÚLTIMA PARTE – Os Descendentes de Ibrahim (A.S.)
Algumas das virtudes do Profeta Ibrahim (Aleihi Salam), eram a generosidade e a hospitalidade. Sempre que recebia visitas, mesmo de desconhecidos, preparava refeições para os hospedes. Certa vez, quando se encontrava fora da sua área de residência, deparou-se com 3 estranhos. Satisfeito por encontrá-los, levou-os à sua casa, para lhes servir uma refeição. Degolou um vitelo, assou-o e ofereceu aos hóspedes. Mas os hóspedes não se serviram da refeição. Notando a decepção e aborrecimento de Ibrahimo, os 3 homens resolveram contar-lhe de que são anjos (os anjos não comem nem bebem e não têm as restantes necessidades dos humanos) e que se dirigem à cidade de Sodoma, para destruir o povo de Lut (Aleihi Salam), devido à imoralidade que vinham praticando. A história de Lut (Aleihi Salam) e da cidade de Sodoma, in sha Allah será referida numa outra ocasião. Esta referência foi para demonstrar a hospitalidade de Ibrahim (Aleihi Salam), que ele teve o cuidado de transmitir à sua descendência. No Bukhari, hadice 55.583, é referido por Ibn Abbas (Radiyalahu an-hu),que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) contou uma longa passagem onde refere a vida de Ibrahim e dos seus descendentes (Aleihi Salam), nomeadamente a seguinte parte: “Uma vez, Ibrahim (Aleihi Salam) foi visitar o seu filho Ismael (Aleihi Salam) e a sua família. Não o encontrou em casa. A esposa (não o convidou nem o serviu, por se tratar de um viajante) informou-o de que ele se ausentara, à procura do sustento. Perguntou-lhe as condições da vida deles. Ela respondeu, queixando-se de que viviam na miséria e nas piores condições. Ibrahim (Aleihi Salam) disse: “Quando o seu marido regressar, transmita-lhe a minha saudação e também para substituir a soleira da porta”. Quando Ismael chegou à casa, notou de que algo se passara. Perguntou à esposa e esta informou-o de que um velho desconhecido veio à procura dele e que deixou cumprimentos e o recado para substituir a
soleira da porta. Ismael esclareceu-a de que o velho era o seu pai e que o recado era para ele se divorciar dela. E assim aconteceu e depois casou com outra mulher. Mais tarde, Ibrahim veio outra vez visitar o filho e só encontrou a nova esposa (que o recebeu e o serviu na qualidade de viajante). Ibrahim perguntou-lhe sobre as condições da vida deles, o que ela respondeu de que eram boas e que comiam carne e bebiam água. Ibrahim pediu a Deus para abençoar a carne e a agua que eles consumiam. É referido também que naquela altura não tinham grãos, pois se os houvesse, Ibrahim haveria de invocar a Deus para abençoa-los. Deixou cumprimentos para o filho e um recado para a mulher transmitir ao seu filho: “para ele manter firme, a soleira da porta”. Quando Ismael regressou, foi informado da visita e do conselho. Ismael esclareceu à esposa, de que o visitante era o seu pai e que o recado era para manter firme o casamento.


“Fostes testemunhas quando a morte apareceu a Jacob? Ele disse a seus filhos: “Que adorareis depois de mim?” Disseram: “Adoraremos o teu Deus e o Deus dos teus pais, Abraão, Ismael e Isaac – O Deus Único, a quem nos submetemos.” Cur’ane 2:133. A mensagem que todos os Profetas de Deus vieram trazer ao mundo, foi sempre a mesma, a de todos nos submetermos ao Deus Único. Foi esta mensagem que o Profeta Ibrahim (Aleihi Salam) transmitiu ao seus filhos e estes aos seus descendentes. “E quem é que rejeita a religião de Abraão a não ser o insensato? Escolhemo-lo (a Abraão) neste mundo; e na Vida Futura, estará entre os justos”. Cur’ane 2:130.


“Sibghata llahi - “(Eis aqui) a religião de Deus, e quem pode designar (a religião) melhor que Deus? E é Ele a quem nós adoramos”. Cur’ane 2:138. A palavra árabe sibghata, significa coloração e também religião. Como a coloração distingue os objectos, a religião também distingue as pessoas. Antes do Cristianismo, os Judeus adicionavam uma coloração à água e davam banho aos que aceitavam o Judaísmo. Para eles, significava que todos os pecados foram lavados e que passaram a ter uma nova vida. Este costume foi adoptado pelos Cristãos, passando a ter o nome de baptismo, imersão em agua ou aplicação de agua, para os recém-nascidos, a fim de os livrar do “pecado original”. Também os novos convertidos são baptizados. Com o advento do Islamismo, esta prática foi abandonada, porque se considera que todas as crianças nascem puras, livres de quaisquer pecados (pecado original atribuído ao nosso pai Adão e à nossa mãe Eva). Após o nascimento, nos ouvidos das crianças, são ditas as palavras do chamamento para a oração - azan (no ouvido direito) e do Iquamat (no ouvido esquerdo). São palavras que testemunham a fé no Deus Único, no Seu Mensageiro e convidativas para a oração. As crianças (meninos) são circundadas, dando assim continuidade da tradição de Ibrahim (Aleihi Salam) e de todos os restantes Profetas de Deus (Que a Paz de Deus esteja com eles).


O versículo 2:133 é uma advertência que Deus faz aos descendentes da linhagem de Isaac (Que a Paz de Deus esteja com ele), que foram acusados por Deus de transgredirem as Suas ordens. E também uma referência aos pagãos árabes, descendentes de Ismail (Que a Paz de
Deus esteja com ele). Quando a morte se aproximou a Jacob, filho de Isaac (Aleihi Salam), ele aconselhou os seus filhos para adorarem o Deus Único, o Deus de Ibrahim (Aleihi Salam). E recorda-te quando Abraão disse: “Ó Senhor meu, pacifica esta cidade e preserva a mim e aos meus filhos da adoração dos ídolos.” Cur’ane 14:35


“Jamais enviamos mensageiro algum antes de ti, sem que lhe tivéssemos revelado que: Não há outra divindade além de Mim. Adora-me e serve-Me”. Cur’ane 21:25


“Dizei: “Cremos em Allah, no que nos tem sido revelado, no que foi revelado a Abraão, a Ismael, a Isaac, a Jacob e às tribos, e no que foi dado a Moisés e a Jesus e no dia que foi dado aos Profetas pelo seu Senhor. Não fazemos diferenças entre nenhum deles e somos submissos a Ele (Deus). Cur’ane 2:136. Cremos em todos os Mensageiros e Profetas que foram enviados. Não fazemos nenhuma distinção entre eles. Todos trouxeram a mesma mensagem, só que os respectivos povos não a entenderam e ou a desvirtuaram. Mas Deus, sempre com a sua infinita misericórdia para a sua criação, foi enviando Profetas para nos recolocar no caminho certo. “O Mensageiro crê no que lhe foi revelado pelo Seu
Senhor, assim como os crentes; Todos crêem em Deus, nos Seus Anjos, nos Seus Livros e nos Seus Mensageiros. (E dizem) “Não fazemos distinção alguma entre os Seus Mensageiros…” Cur’ane 2.285. Os filhos de Israel não acreditam em Issa (Jesus) e em Yaiha (João Batista), que a Paz de Deus esteja com eles. Mas os muçulmanos acreditam neles e em todos os anteriores Profetas. Consideram Issa (Aleihi Salam) como um dos 5 maiores Mensageiros da humanidade e que antes do final do mundo, descerá à terra. Os Cristãos e os Filhos de Israel, não acreditam no último mensageiro de Deus, Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam), Profeta da misericórdia, que foi enviado para toda a humanidade.


Abraão tinha cerca de 90 anos quando Ismael nasceu e mais de 90 anos quando Isaac nasceu e por este motivo louvou e agradeceu a Deus: “Louvado seja Deus que na velhice me agraciou com Ismael e Isaac! Como o meu Senhor é Exorável!”. Cur’ane 14:39.


“Esse era o povo que já passou. Colherá o fruto que mereceu e vós colhereis o que merecerdes! Sobre os seus méritos, não sereis questionados.” Cur’ane 2:141. As boas obras que os antepassados realizaram em nada nos beneficiam individualmente. Eles receberão as recompensas do que fizeram e nós colheremos os méritos das nossas próprias acções.


Com esta mensagem termino o tema referente a Ibrahim, os seus descendentes e a origem da Caaba. "Wa ma alaina il lal balá gul mubin" "E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem". Surat Yácin 36:17.


Um bom dia de Juma
Cumprimentos
Abdul Rehman Mangá
22/09/2011

publicado por Re-ligare às 12:52
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Bimo a 14 de Abril de 2013 às 12:10
Isto e muito interessante
De Albano Nazir Sidique a 29 de Janeiro de 2014 às 02:48
Al-hamdulillahi, a hstoria e muito lnda, q a paz e benças d Allah esta cm ele.

Comentar post

..
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds